Páginas

quinta-feira, 26 de julho de 2012

O Rei do Pop

       





           A mídia e a opinião pública em geral, costumam serem mordazes com as celebridades do mundo pop, principalmente no que tange a vida pessoal delas. Um dos célebres exemplos, que ilustro aqui, na minha postagem da semana, esta impresso na trajetória do astro Michael Jackson, o versátil compositor, músico, coreógrafo, dançarino e cantor, falecido em junho de 2009.
          Grande parte das pessoas, até hoje, alimentam impressões negativas sobre a vida desse verdadeiro ícone do nosso século, baseadas em informações muitas vezes deturpadas sobre o seu comportamento e índole. A principal das acusações, referente á um possível desvio sexual (pedofilia), jamais foi efetivamente comprovada. À esse, somam-se outros tantos boatos que inundaram as páginas dos jornais, fazendo de Michael, em alguns instantes, um monstro horripilante e desiquilibrado.
          Não pretendo aqui, (principalmente para não chatear meus leitores) rebater uma à uma todas as acusações que pairam ainda sobre ele, nem elevá-lo a um patamar de santo. Todos nós temos nossos momentos depressivos e cometemos ações dignas de arrependimento. A grande diferença reside no fato dessas tantas celebridades serem constantemente espionadas pela indiscreta lente de certos jornalistas, tornando-se alvos fixo de comentários maldosos e muitas vezes inverídicos.        
         Por outro lado, para contrabalancear um pouco as lembranças sobre o Rei do Pop, apresento aqui um clipe que tornam evidentes o pensamento e capacidade criativa dele. "Earth Song" (Canção da Terra), um de seus últimos trabalhos, teve a sua exibição proibida nos Estados Unidos que, por coincidência ou não, é um dos maiores agressores da natureza e poluidores do planeta.
          Saudações ao Michael, á Mãe Terra e som na caixa....


                Cesar S. Farias






        


3 comentários:

Marcia Pimentel disse...

Olá Cesar,

que linda homenagem que você fez para o rei do pop. Dancei muito ao som das músicas do Machael Jackson.
Parabéns pela postagem.

bjs

http://marcia-pimentel.blogspot.com.br/2012/07/novas-capas-dos-livros-sobre-escocia.html

Dioceli disse...

Relmente a humanidade em geral costuma ser juiz e muitas vezes sem dar chance de defesa para o próximo,quem somos para condenar quem quer que seja; não temos todo o conhecimento do universo.Não julguemos demos o beneficio da dúvida Michel merece essa homenagem com certeza.

Rosane Fantin disse...

Oi, Cesar! Vim fazer uma visita(estou em falta contigo) e me deparei com esse post maravilhoso, falando sobre o meu idolo da adolescencia, da vida adulta e de sempre. Michael Jackson, sem dúvida, era um homem extremamente sensível,o que pode ser visto e ouvido em suas músicas;um lutador em batalhas contra o racismo, a destruição do planeta;um adulto com alma de criança, e que a mídia selvagem tentou denegrir de todas as maneiras. Eu já conhecia essa música e o vídeo. A força das imagens e as palavras dele são pura emoção. É inacreditável que alguém possa proibir uma obra de arte como essa, por questões políticas. Infelizmente, esse é o mundo em que vivemos.
Parabéns por essa homenagem ao grande cantor, compositor, dançarino e ser humano especial que foi e é Michael Jackson.
Um beijo!!